Assistência Social

O que é CadÚnico?

Geyvson Andrade
Escrito por Geyvson Andrade

O CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais) é um instrumento de coleta de dados e informações, que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, possibilitando que o governo tenha conhecimento sobre a realidade socioeconômica das famílias de baixa renda.

O CadÚnico possibilita a análise das principais necessidades das famílias que forem cadastradas no Programa, e auxilia o poder público na formulação e na gestão de políticas que sejam voltadas a essa população.

 A coleta de dados é realizada por meio do preenchimento do formulário do CadÚnico, que irá coletar e registrar informações como identificação de cada pessoa, características do local de habitação, escolaridade, renda e situação de trabalho, etc.

Cada formulário preenchido deve identificar apenas uma família, e os cadastros são processados pelo Agente Operador do CadÚnico, que ficará responsável por incumbir um número de identificação social a cada pessoa da família cadastrada, que seja único, particular e intransferível pois, dessa forma, o operador poderá localizar cada pessoa cadastrada e atualizar ou verificar os dados.

O CadÚnico é considerado uma porta de entrada para que as famílias acessem diversas políticas públicas, pois serve como seleção e inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, sendo usado para conceder benefícios como o Bolsa Família, o Programa Minha Casa Minha vida, Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros, e pode também ser usado para a seleção de beneficiários de programas ofertados pelos governos estaduais e municipais.

Devem estar cadastradas no CadÚnico as famílias de baixa renda que ganham até meio salário mínimo por pessoa, ou que ganham até 3 (três) salários mínimos de renda mensal total. É importante que uma pessoa seja responsável pela família para responder os dados do cadastro (deve faze parte da família, morar na mesma casa e ter no mínimo 16 anos) e, após o cadastramento, é importante manter os dados sempre atualizados.

Seja o nascimento de um filho, mudança de casa ou trabalho, ou se alguém deixar de morar na residência, o responsável pela família deve procurar o CRAS para atualizar os dados da família.

Sobre o autor

Geyvson Andrade

Geyvson Andrade

CEO da Emconexão Sistemas, Empreendedor, Pós Graduado em Gestão Pública, Jornalista, Bacharelando Direito.

Deixe uma resposta